top of page

Borogodó:

uma solução para cenário pós-pandemia

Projeto de aplicativo para administração de disponibilidade de postos de trabalho nos escritórios da empresa.

Atuação no projeto: Definição do problema, pesquisa, teste de usabilidade e proposta de produto e design de interface.

 

Área do cliente: Agência de publicidade

Contexto Inicial

Com o término da pandemia uma agência de publicidade queria saber como poderia fazer o manejo de seus funcionários em suas duas sedes evitando conflitos. A empresa triplicou de tamanho e tinha colaboradores atuando nos 3 modelos: remoto, híbrido e presencial.

Entendendo o problema
image 4.png

Para iniciarmos a tratativa, começamos por querer entender de fato o que era o real problema da empresa/funcionários e suas dores, para isso:

  • Analisamos as necessidades dos funcionários, considerando diferentes perfis de trabalho.

  • Realizamos uma Desk Research para geração de insights e mapeamento de personas.

Group 8.png
Trabalhando as ideias

Com essa definição do problema:

  • Usamos da ferramenta “Como poderíamos” como embasamento para um brainstorm e geração de ideias

  • Fizemos um benchmarking para maior entendimento de produtos que pudessem ser condizentes com o nosso problema ou próximos para mais insights.

Como poderíamos proporcionar um reconhecimento para as pessoas que usam transporte público

How might we make the people that use public transportation or bicycles not feel left out in this new company´s actions?

Como poderíamos proporcionar uma escolha flexível de escala presencial sem gerar estresse

How might we offer to the employees the option of choosing a work scale flexibly without causing disturbance between coworkers? 

Como poderíamos proporcionar um modelo de trabalho híbrido, dando as mesma oportunidades d

How might we offer a hybrid work style giving equally the same opportunities to every single employee?

image 5.png
Construindo uma proposta de valor para o nosso produto
Frame 1.png

Com um cenário mais definido e claro conseguimos definir uma proposta de valor para embasar as próximas etapas de definição do produto e como ele se diferenciaria dos demais concorrentes no mercado:

  • Começamos a fazer os primeiros esboços de possíveis funcionalidades para o nosso produto.

  • Usamos as ferramentas dot voting e Moscow para priorizarmos e definirmos as funcionalidades que de fato seriam obrigatórias e indispensáveis para o usuário.

  • Montamos um app map para o aplicativo e traçamos o fluxo que deduzimos ser o ideal.

  • Desenhamos os wireframes das telas com o fluxo definido

Group 26.png
image 3.png
wireframes borogodo.PNG
Teste com os usuários

A partir dos wireframes, realizamos duas rodadas de testes de usabilidade, elas nos proporcionaram o diagnóstico e melhorias de:

  • Textos ambíguos e palavras confusas

  • Fluxos incompletos

  • Falta de alguns feedbacks para o usuário em algumas telas

A Proposta

Com as melhorias dos testes em mãos, partimos para o protótipo de alta fidelidade:

  • Aplicamos os pontos de melhoria observados durante os testes

  • Usamos os requisitos mínimos da WCAG para definição de cores e componentes para questões de acessibilidade.

Slide (1).png
final fow.PNG
Group 28 (1).png
Considerações Finais

Esse projeto era para ter sido desenvolvido por 4 designers, mas trabalhamos restritos a uma dupla. Considerando isso, acredito que fizemos um ótimo trabalho de priorização. Mas é claro que caso houvesse a continuação do projeto acreditamos que poderíamos aplicar várias features extras que mapeamos durante a fase de descoberta, que ficaram em backlog por não terem sido consideradas essenciais.

Gostou? Então dá uma olhada nesses aqui também!
bottle service cover.png

Bottle Service: nova feature, novo fluxo

Benchmarking

Nova Feature

insurance cover.png

Credz Proteção: propondo melhorias com restrições de tempo e pessoal

Análise Heurística

Website Responsivo

bottom of page